0 produtos   –   0,00 €

Carrinho de Compras ×

Não existem produtos no carrinho


4 Principais Riscos de Segurança em Soldadura

Escrito em 06 de Dez. de 2018


Olá amigos Soldadores! Voltamos de novo à vossa companhia para falarmos um pouco sobre as questões da segurança em soldadura. Nunca é demais falar sobre este assunto, já que infelizmente, e apesar das constantes referências a este tema, continuam a acontecer centenas de milhares de acidentes em todo o Mundo, relacionados com a profissão de soldador.

 A soldadura é uma atividade perigosa que expõe todos os anos milhões de trabalhadores a riscos de saúde e segurança. As medidas de segurança existem para nos proteger contra riscos que podem ser perfeitamente evitáveis se as respeitarmos. A segurança em soldadura pode ser prevenida através de formação adequada, mas sem dúvida que depende sobretudo de cada um de nós.

 Hoje abordaremos 4 dos perigos de segurança em soldadura mais comuns e dicas sobre como evitá-los ou controlá-los.

Risco 1. Exposição a Fumos, Gases e Partículas

A exposição excessiva a fumos e gases de soldadura pode causar graves problemas de saúde, como doenças respiratórias, cancro e problemas de fala e movimento. A exposição a fumos e gases pode ser controlada seguindo algumas precauções de segurança:

  •  Garantir uma ventilação e exaustão local adequadas para manter os fumos e gases fora da zona de trabalho.
  • O soldador deve sempre usar uma máscara respiratória aprovada, a menos que as avaliações de exposição estejam abaixo dos limites de exposição aplicáveis.
  •  Usar um filtro adequado para a situação em concreto. Verifique sempre com cuidado a descrição do produto.

Risco 2. Riscos Físicos

Riscos que podem causar queimaduras, danos aos olhos, cortes e dedos esmagados estão sempre presentes durante a soldadura. Com o Equipamento de Proteção Individual (EPI) apropriado, você pode proteger-se contra riscos físicos:

  • Use EPI’s apropriados, como máscara de soldadura e óculos de proteção, para proteger os olhos e a cabeça contra projeções quentes, faíscas, luz intensa e queimaduras químicas.
  • Roupas resistentes a fogo e eletricidade, luvas de soldador, aventais e botas podem ser usados para proteger contra o calor, incêndios, eletrocussão e queimaduras. Tome nota que os tratamentos ignífugos do vestuário, retardadores de chama, se vão tornando menos eficazes com a lavagem repetida da roupa. As calças não devem ter dobras em baixo para aí não se esconderem projeções e devem cobrir os topos das botas.
  • Protetores auriculares e tampões para os ouvidos também devem ser usados para proteger contra os ruídos.

Risco 3. Choque Elétrico

A eletrocussão é o risco mais imediato e sério para um soldador. A descarga súbita de eletricidade para o corpo humano pode causar ferimentos graves e até a morte. O risco de eletrocussão da soldadura pode ser minimizado seguindo estas precauções básicas:

  • Inspecione o equipamento de soldadura e o suporte do elétrodo antes de iniciar o trabalho. Certifique-se que os cabos estão em condições.
  • Deixe as reparações do equipamento de soldadura para os técnicos qualificados.
  • Não toque nas partes metálicas do suporte do elétrodo com a pele ou roupas molhadas.

Risco 4. Fogo e Explosão

Materiais inflamáveis ao redor da área de trabalho são a causa número um de incêndio. Isso pode ser evitado mantendo a área de trabalho limpa antes de iniciar a soldadura. Também é importante conhecer a localização de alarmes e extintores e das saídas de emergência em caso de incêndio. Observe os seguintes cuidados:

  • Mantenha um extintor de incêndio da Classe ABC adequado por perto durante a soldadura. Certifique-se de que o extintor esteja carregado. Se um extintor não estiver disponível, certifique-se de ter acesso a mangueiras de incêndio, baldes de areia ou outros equipamentos que apaguem fogo.
  • Se estiver a soldar a menos de 10 metros de materiais inflamáveis, coloque um pedaço de chapa de metal ou manta resistente ao fogo sobre o material inflamável e mantenha-se atento às faíscas.
  • Permaneça na área de trabalho por pelo menos algum tempo depois de terminar a soldadura, para garantir que não haja incêndios latentes.



×